RSS

Dia Mundial do Teatro

sexta-feira, 27 de março de 2009


Sou um grande admirador da Companhia de Teatro Cornucópia.

Ia muitas vezes assistir aos seus excelentes espectáculos. Já há muito tempo que não vou, embora tenha visto outras representações teatrais em Almada no Teatro Municipal.

Conhecia um actor que fazia parte do elenco da companhia do Luís Miguel Cintra, que nos finais dos anos 80 representava a figura de Otelo na conhecida peça de William Shakespeare. Fui acompanhado e no final do espectáculo decidi cumprimentar o actor, pelo que sugeri à pessoa que estava comigo que me acompanhasse naquela minha ideia, o que foi negado. Retorqui. Porque é que não queres ir comigo? A resposta é fantástica. Porque iria para casa e perder a fantasia daquela personagem, que agora de calças jeans e de t-shirt iria estar ali à minha frente.


5 comentários:

Laura disse...

Exactamente, quemt e acompanhava teve razão! O actor, a peça, ficam guardados no cantinho,e o que se gostou... fica para sempre embalado naquela lembrança, e o homem de jeans estragaria a lembrança, ehhh, mas que giro..Beijinhos.

Adrianna disse...

Assim de repente, dá para ver que por aqui há boas novidades.

Hoje estou de passagem, só para dizer que finalmente rompi o CASULO eheh

Mass vou tentar vir com qalguma regularidade :))

Laura disse...

Sempre gosteid eteatro e se conseguir ouvir na pefeição, podes crer que embarco no sonho!...Um beijinho da sonhadora...laura.

Teté disse...

É sinal que a pessoa que te acompanhou gostou mesmo da peça e da representação do teu amigo actor.

Se a achasse banal ou corriqueira era só mais um actor de calças de ganga, quando distante do palco...

Beijocas!

Roderick disse...

Às vezes é bom viver num mundo de fantasia! Nem que seja por instantes!