RSS

Stop!

terça-feira, 18 de novembro de 2008


Pegando no mote do último post da menina das Résteas que eu considero muito oportuno, dignei-me fazer este para muita gente desprevenida, não certamente por terem perdido a sensibilidade bastante, para julgar as coisas que vão acontecendo connosco no quotidiano, mas por uma imensa cortina de fumo que desde há muito tempo a esta parte não nos deixa ver mais claro.

O que nós precisamos é de parar para reflectir e como diz o referido post, é necessário sermos novamente crianças. Para termos o poder de sonhar. De sermos românticos, não no sentido único do amor, mas românticos em tudo. No acreditar que é possível reinventar tudo de novo. Utilizarmos o tempo mais para nós. Uma maneira diferente de estar com os amigos, restituir à família a importância que desmereceu. Reinventar o amor e a amizade. Voltar a respeitar os valores essenciais que fez escola na sociedade e que foram os alicerces do equilíbrio do ser humano. A não ser assim, continuaremos a estar agrilhoados pelo tempo e pelo trabalho e teremos a desilusão, o desespero e a tristeza, que é o apanágio dos nossos dias.

Depois das utopias políticas geradoras de frustrações, bem visíveis, paremos para reflectir.


7 comentários:

Laura disse...

Ora nem mais, laurinha puxando uma cadeira e sentando-se refastelada, a ver o por-de-sol maravilhoso que se descortina dali!...

É urgente dar sentido á vida... Não serve levantar de manhã e sair a correr e revoltado por ir para um emprego mal pago, e nem sequer é o que se gosta!... Há muito por onde escolher né? Pois só dizem que quem quer trabalhar tem sempre onde, basta procurar... adiante, a familia anda muito desprezada, se anda... é que quando a têm nem ligam e quando a perdem; choram... que a familia e o sentido da familia acabou! aqui em casa somos poucos, dois até estão fora que remédio, mas, ah o nosso amor é lindo, maravilhoso e o carinho que temos uns pelos outros, leva-nos a querer que a nossa familia nunca acabe...
Viver por viver não presta, mas viver para viver em união com outras almas, mas que bom, eu acordo todos os dias de bom humor, todos, estou em casa, não ganho cheta,tenho de dar voltas e mais voltas para conseguir que a vida caminhe por si... mas que feliz sou por poder fazer e tratar das minhas coisas...enfim, sou feliz com pouco, agora se querem coisas e loisas, claro que não dá para tudo e consequentemente, ficam infelizes!... Vá lá, acordem e sintam-se vivos, sintam-se seres normais, comprem livros de histórias e leiam para os netos, se nem os tiverem leiam para os netos dos vizinhos e dos amigos, de certeza que vão adorar!... e sorriam à vida, sorriam que o sol há-de voltar a brilhar nas frias manhãs de inverno!...
Beijinhos ó carlitos, beijinhos e muito sol no teu lar...laura.

Diabinha Cusca disse...

Olha, olha ...

esse não é o negativo da "mão do perfeito ginecologista" que há dias mostrei no meu espaço? eheheheh

Eu concordo inteiramente com o Carlitos dos ii, mas já reparaste que estou sempre a levar na cabeça? Todos me dizem para crescer e ganhar juízo :((

jeijoquinhas da endiabrada que só quer manter-se gaiata eheheh

Laura disse...

quem é que te dá na cabeça ó cusca? não és tu que nos baralhas a nós com treta que nem é para a tua idade?... vamos a aprender a ser criança e não adulta...beijinho da madrinha a ti e ao carlitos..laura.

Pascoalita disse...

Muito bem!

Pois então vamos lá por em prática as ideias da laurita das résteas e do Carlitos dos ii e não nos ficarmos apenas na intenção.

Eu prometo que a partir de hoje tentarei olhar para a vida ainda com mais positividade.

Parar para reflectir é que não via ser possível, Carlitos.

Vou ter de o fazer em movimento porque o tempo é cada vez mais curto e se nos descuidamos ...

Depois, há ainda que ter em conta um pequenino risco que correremos se nos tornarmos muito benevolentes. Mas eu vou tentar ... Juro que vou ahahah

Bom tema sim senhor
jinhos

Laura disse...

Bolas, a pascoalita vai mesmo seguir plo caminho da paciência? Não sei não, ela tem pouca e muita garra, mas vejamos como se sai... Que riso. Beijinhos de Bom Domingo para os dois..laura.

Marco Rebelo disse...

ora aí está :)

Ahlka disse...

Não sei se concordo, cada um tem de procurar a melhor maneira de encontrar a SUA felicidade,...E não nos podemos guiar todos pela mesma cartilha, senão não seriamos INDIVIDUOS mas sim um conjunto.
........
PS:Não sei se percebi bem o teu texto, mas estas horas já tenho o Zé Pestana a dar-me cabo do juízo ;)